segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Alma em Lisboa e Porto no coração

É assim que me sinto.
Este fim de semana fui a um concerto a Lisboa. Talvez por me fazer recordar o meu tempo de "meninice" vieram-me tantas e tantas lembranças de quando Lisboa era minha: de alma e coração.
Ao passar por diferentes sítios fui dando indicações, a quem estava comigo, o "que" era, o que "significava" cada monumento e alguns segredos da cidade de Lisboa. Recordei-me então, de tudo o que aprendi na faculdade para, um dia mais tarde, poder mostrar aos "nossos" turistas. Senti-me bem!!
Pude admirar a grandeza do rio Tejo que continuo a achar o mais bonito de todos eles.
Passei por Santa Apolónia e veio-me à memória o dia em que fui buscar o"meu" carro (um Ford Fiesta branco) acabadinho de chegar de comboio vindo do Porto. E da surpresa que foi quando o pai me passou as chaves para a mão e me disse para o conduzir... O meu coração voltou a bater a 100 à hora como nesse dia.
Ao ver a Sé (linda como só ela!) fartei-me de rir a contar aos meus companheiros de viagem os passeios com a tia Maria pelas ruas sinuosas de Alfama e a maneira contagiante como nos contava todas aquelas aventuras dos cavaleiros e princesas do antigamente.
Foram muitas outras coisas que me passaram pela cabeça e que demoraria anos (pelo menos 24) até conseguir contá-las a todas. Mas, posso dizer-vos, que vim recheada de coisas boas e de um sentimento muito bom.
O Porto conquistou-me e roubou-me o CORAÇÃO mas a minha ALMA há-de sempre pertencer à cidade de Lisboa, a minha cidade.

1 comentário:

  1. Gostei muito, sara fofa:) Muitos beijos, sua poetisa da prosa

    ResponderEliminar

E tu, o que pensas disto?